Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Imagem do amor que sentimos

Tudo são imagens
A sua imagem está, agora, guardada para mim
Mas quantas mais se acumulam na tela branca do celular
A luz cansa meus olhos, por mais que eu ame aquela lembrança
E, por um instante, eu me sinto sufocado de mensagens
Sinto-me cansado, mesmo tendo acabado de acordar
Sinto-me pobre, mesmo tendo bebido todos os dias
E não me recordo da última vez que fiz uma refeição prazerosa
Tudo são imagens
E imagem alguma me satisfaz
Sinto o peso das andanças que fiz por aí
E, como privada sanitária, meu pensamento se desfaz de todo seu conteúdo para continuar funcionando
Meu pensamento é feito um jornal impresso que precisa estar nas bancas todos os dias
Sem se reinventar necessariamente
Trazendo notícias velhas que ninguém lê
Poemas bonitos que ninguém se importa
Fico ali sentado na praça, virando as páginas de um livro superinteressante
Enquanto as pessoas apressadas não amolam ninguém
As pessoas apressadas resolvem o necessário e desaparecem da nossa frente
As pessoas apressadas têm …

Últimas postagens

Luz e escuridão

Detrás dos olhos atônitos

Sequestro à meia-noite

A sangue frio: tragédias cotidianas

Um objeto no meio do caos: o dinheiro

Um objeto no meio do caos: o quarto

A ciência dos dramas cotidianos

Só a fachada

Uma hora de músicas românticas no rádio

Aspereza